| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

A luz lusófona
Desde: 25/01/2017      Publicadas: 50      Atualização: 05/04/2017

Capa |  África lusófona  |  Arte  |  Atualidades  |  Desenvolvimento pessoal  |  Desportos  |  Gastronomia  |  Literatura  |  Moda  |  Mundo  |  Música  |  Política  |  Turismo  |  Vida estudante


 Mundo
  23/03/2017
  0 comentário(s)


Malala - por Adersa Sanches
Malala Yousafzai é a jovem paquistanesa que desafiou os talibãs.
Malala - por Adersa Sanches

Malala Yousafzai é a jovem paquistanesa que desafiou os talibãs.

Sim, é isso mesmo, ela os enfrentou pela defesa do direito à educação.

Então vamos lá ver o percurso dessa menina corajosa!!

Ela nasceu no dia 12 de julho em 1997 e desde então a sua luta começou. Nenhum dos vizinhos nem a família vieram lhe dar os parabéns, pois foi uma menina que nasceu.  Na sua região, o vale Swat, no Paquistão, somente os nascimentos de meninos eram celebrados.

Malala desafiou todas as tradições que vão contra ao direito à educação, desafiou uma das mais cruéis milícias talibãs. O seu único objetivo era poder continuar seus estudos.

Aos 15 anos foi baleada na cabeça pelos talibãs que pretendiam silencia-la. 

Felizmente, ela sobreviveu a esse ataque, após essa fase ela se torna o porta voz mundial pelo direito à educação. Educação que é proibida as meninas no seu país, porque a sociedade está baseada em uma religião que, segundo suas normas, não permite que as mulheres possam estudar.

Ela foi uma das mais novas pessoas a ser laureada com o prêmio Nobel. Em seguida, ela escreveu o livro Eu sou Malala, no qual a jovem relata as condições de vida na qual se encontrava ela e seus familiares.

Nesse livro ficamos sabendo como Malala desenvolveu essa vocação pela política graças a seu pai que era professor e que viu na filha a sua aluna perfeita.

A sua vida continua na mira de uma arma talibã. Acima tudo, Malala Yousafzai quer voltar ao Paquistão e seguir uma carreira política, desbravando caminho para a democratização da educação.

Malala é um exemplo que todos os jovens deveriam seguir pois o direito para educação é um problema de todos.

  Autor:   Adersa Sanches


  Mais notícias da seção Mundo no caderno Mundo
24/03/2017 - Mundo - O dinheiro antes da saúde? por Alexandra Lobo
Por que quando a vacina contra o HIV começa a dar resultados, a agência de fomento interrompe as pesquisas? Saúde ou dinheiro, o que pesa mais aos olhos dos farmacêuticos?...
23/03/2017 - Mundo - Rosa Parks, a mulher que mudou as mentalidades - por Elvira Mingiedi
Dezembro de 1955, uma mulher chamada Rosa Parks recusou ceder seu lugar no autocarro. Seu famoso "não" mudará a história....



Capa |  África lusófona  |  Arte  |  Atualidades  |  Desenvolvimento pessoal  |  Desportos  |  Gastronomia  |  Literatura  |  Moda  |  Mundo  |  Música  |  Política  |  Turismo  |  Vida estudante
Busca em

  
50 Notícias